Japonesa Nomura Holdings pode perder US$ 300 milhões na fraude de Madoff

Tóquio, 15 dez (EFE).- A maior casa de valores do Japão, Nomura Holdings, anunciou hoje que tem cerca de 27,5 bilhões de ienes (US$ 302 milhões) expostos à fraude da firma americana Bernard L.

EFE |

Madoff Investment Securities, segundo informa a agência local "Kyodo".

Em comunicado, a firma japonesa disse que o impacto da exposição sobre seu capital financeiro é "limitado", mas não detalhou as perdas que poderia sofrer.

A Nomura, que recentemente adquiriu partes da quebrada Lehman Brothers, enfrenta graves perdas em diversas operações e também aos custos de aquisição da firma americana.

Bernard Madoff, antigo presidente do conselho executivo do índice tecnológico Nasdaq da Bolsa de Valores de Nova York, é acusado de uma fraude em forma de pirâmide financeira de US$ 50 bilhões.

Madoff, que estabeleceu sua firma de investimento em 1960, poderia ter enganado com seu sistema algumas das indústrias mais importantes dos Estados Unidos, da Europa e do Japão. EFE cej/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG