VIENA - O diplomata japonês Yukiya Amano foi eleito nesta quinta-feira em Viena para dirigir a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), onde sucederá o egípcio Mohamed El Baradei, anunciou o organismo da ONU.

Durante uma reunião extraordinária dos 35 Estados membros do conselho de ministros, Amano obteve 23 votos contra 11 e uma abstenção, após três rodadas que não permitiram a maioria qualificada necessária por nenhum candidato.

Amano, 62 anos, que representa o país na AIEA desde 2005 e era considerado o favorito dos países ocidentais, tinha como rivais o colega sul-africano Abdul Samat Minty, preferido pelos países em desenvolvimento, inclusive o Brasil.

Este alto funcionário nipônico, especialista em questões de desarmamento e proliferação, sucederá em dezembro, depois de uma ratificação formal da assembleia geral da AIEA em setembro, o Prêmio Nobel da Paz Mohamed El Baradei, que não concorreu a um quarto mandato de quatro anos.

Leia mais sobre AIEA

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.