Japonês é acusado de matar e violar jovem britânica em 2007

Tóquio, 24 dez (EFE).- A Justiça japonesa acusou Tatsuya Ichihashi, um dos criminosos mais procurados do Japão, capturado em novembro depois de mais de dois anos foragido, por violação e assassinato da jovem britânica Lindsay Ann Hawker, em 2007.

EFE |

Ichihashi, de 30 anos, confessou durante os interrogatórios seu envolvimento no crime, mas negou que sua intenção era matar Lindsay, de 22 anos.

O crime pelo qual é acusado aconteceu na madrugada do dia 26 de março de 2007, e segundo as investigações, o jovem amarrou os pulsos de Lindsay com fita adesiva e a violou antes de estrangulá-la até a morte.

A jovem britânica foi encontrada morta no apartamento de Ichihashi, nua, com contusões e enterrada em uma banheira com areia.

Ichihashi foi detido no dia 10 de novembro em Osaka, depois de chamar a atenção da imprensa japonesa pela divulgação de imagens suas depois de passar por uma cirurgia plástica. EFE jmr/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG