Um bombeiro do Japão foi demitido depois de dirigir carros de bombeiros e ambulâncias por mais de 20 anos sem ter uma carteira de motorista. O homem não foi identificado e trabalhava na cidade de Takaoka, região central do Japão.

Ele só foi descoberto devido uma inspeção de rotina das carteiras de motorista dos bombeiros, na semana passada.

Segundo os chefes do bombeiro, durante a inspeção ele parecia relutante em apresentar sua carteira de motorista.

Quando ele finalmente apresentou o documento, o fiscal percebeu que o bombeiro trabalhava usando a carteira de motorista de seu pai. Ele tentou esconder a foto com os dedos.

Quando questionado, o bombeiro disse aos seus superiores que teve aulas em uma auto-escola, mas não conseguiu ser aprovado na prova escrita.

Mesmo assim, ele dirigiu ambulâncias mais de 300 vezes e esteve no volante de caminhões de bombeiros em mais de cem ocasiões.

O bombeiro, que está na faixa dos 40 anos, trabalhava na cidade há 25 anos.

Ele foi demitido e está sendo interrogado pela polícia local.

Seus chefes pediram desculpas à população de Takaoka. Mas, segundo eles, pelo menos o bombeiro não causou nenhum acidente.

Leia mais sobre: Japão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.