O secretário-geral do Partido Liberal Democrata (PLD) do Japão, Taro Aso, disse nesta terça-feira que está apto para suceder o primeiro-ministro Yasuo Fukuda, que renunciou na véspera.

"Fukuda declarou na noite de ontem que queria um sucessor para continuar seu trabalho. Penso que estou apto para prosseguir com suas reformas, especialmente no plano do relançamento da economia", declarou Aso à imprensa.

O PLD, partido de direita que mantém o poder no Japão de maneira quase ininterrupta há 50 anos, deverá eleger em breve seu novo presidente, que em seguida será nomeado primeiro-ministro pelo Parlamento, dominado pelos liberais democratas.

Fukuda anunciou sua demissão na noite de segunda-feira, ao considerar que não estava capacitado para promover as reformas prometidas.

oh/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.