Japão se prepara para interceptar foguete da Coreia do Norte

Tóquio, 27 mar (EFE).- O Governo japonês ordenou hoje a seu Exército que destrua com o escudo antimísseis restos do foguete norte-coreano caso ocorra uma falha no lançamento, previsto para o início de abril, e caiam sobre seu território.

EFE |

Segundo a agência de notícias local "Kyodo", o ministro da Defesa, Yasukazu Hamada, assinou a ordem oficial, que envolverá equipamentos de interceptação de mísseis em terra e mar, depois que foi aprovado pelo Conselho de Segurança do Japão, presidido pelo primeiro-ministro Taro Aso.

O objetivo é "eliminar o projétil norte-coreano caso ameace a segurança da população caindo em nosso espaço aéreo, nossas águas ou nosso solo", afirmou Hamada.

A Coreia do Norte anunciou que lançará um satélite de telecomunicações entre 4 e 8 de abril, mas especialistas do Sul e dos EUA acreditam que será, na realidade, um míssil com um alcance de até 6 mil quilômetros.

Seul, Tóquio e Washington alertaram que, em ambos os casos, Pyongyang estaria testando sua capacidade de disparar um míssil de longo alcance, pois a tecnologia é similar.

É a primeira vez que o Japão ordena o uso de seu escudo antimísseis desde que começou a construí-lo, em 2003, embora especialistas duvidem que tenha real capacidade de interceptar um projétil norte-coreano. EFE psh/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG