Japão registra 1o caso de H1N1 resistente ao Tamiflu

TÓQUIO (Reuters) - O Japão confirmou seu primeiro caso de mutação genética do novo vírus de influenza H1N1 que mostra resistência ao Tamiflu, o principal antiviral para a nova gripe, informou uma autoridade do Ministério da Saúde nesta quinta-feira. A Organização Mundial da Saúde (OMS) já declarou a ocorrência de uma pandemia de influenza devido ao vírus, que até agora vem sendo tratada com o Tamiflu, do laboratório suíço Roche.

Reuters |

O paciente, que teve confirmada em maio a infecção pelo vírus H1N1 em Osaka, na região oeste do Japão, já se recuperou e nenhum outro caso da nova gripe foi confirmado ao redor dele, disse o funcionário do Ministério da Saúde Takeshi Enami.

Ele não pôde confirmar a idade ou o sexo do paciente.

O primeiro caso de H1N1 que não respondeu ao tratamento com Tamiflu foi em um paciente na Dinamarca.

No início desta semana, a OMS informou que o caso, anunciado pela Roche e pelas autoridades dinamarquesas na segunda-feira, foi um fato isolado e não aumentou a gravidade do vírus.

A resistência ao Tamiflu já havia sido registrada anteriormente com o vírus da gripe aviária H5N1.

(Reportagem de Yoko Kubota)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG