Tóquio, 8 dez (EFE).- O Ministério da Educação do Japão pretende realizar em 2009 um estudo sobre os exames médicos nas escolas destinadas aos brasileiros no país, para assegurar que eles recebem os cuidados adequados.

Segundo a agência local de notícias "Kyodo", muitas destas escolas não oferecem exames médicos aos estudantes por não possuir a verba necessária para pagá-los.

No entanto, nas escolas japonesas de educação infantil, primária e de ensino médio os exames médicos são obrigatórios, e devem ser gratuitos para todos os alunos.

O Ministério planeja selecionar no ano que vem várias destas escolas e investigar se realizam exames médicos em seus alunos.

O Governo estudará ainda a situação dos cuidados médicos e dos serviços de prevenção de doenças contagiosas nestes centros educativos.

Além das escolas para brasileiros, o Japão pretende estender o estudo para os centros de ensino voltados aos peruanos.

Cerca de 7.300 alunos estudam em 90 escolas para peruanos e brasileiros do Japão, segundo dados do fim de 2007 do Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia.

Uma pesquisa de 2006 da Universidade Gunma (centro do Japão) revelou que muitas destas escolas para brasileiros e peruanos não realizava exames médicos em seus alunos. EFE icr/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.