Japão parabeniza EUA por nova estratégia nuclear

Tóquio, 7 abr (EFE).- O Governo do Japão aplaudiu hoje a nova estratégia nuclear dos Estados Unidos, seu principal aliado, e a qualificou como um passo grande e concreto rumo a um mundo sem armas nucleares, considerando ainda que a segurança de seu país não será afetada.

EFE |

O ministro de Exteriores do Japão, Katsuya Okada, ressaltou que Washington "assegurou claramente" que este giro na política nuclear americana, que impõe novos limites ao uso de armas atômicas, "não vai colocar seus aliados em risco".

Okada disse ainda que o objetivo do presidente americano, Barack Obama, de avançar rumo à desnuclearização global "segue uma visão próxima à nossa", e reconheceu que "é difícil avançar rapidamente", mas ressaltou que todos os países devem seguir a iniciativa americana.

Em sua nova estratégia nuclear, apresentada ontem, Washington indicou que as armas atômicas só serão utilizadas em "circunstâncias extremas".

O Governo dos EUA também se comprometeu a "não utilizar nem ameaçar com armas nucleares" os países que não contem com estes arsenais e cumpram suas obrigações no Tratado de Não-Proliferação.

O Japão, o único país que sofreu ataques nucleares, mantém os princípios de não possuir, produzir nem permitir armas atômicas em seu território, por isso se apoia nos EUA para enfrentar ameaças como uma eventual agressão nuclear da Coreia do Norte.

Está previsto que o primeiro-ministro japonês, Yukio Hatoyama, visite Washington na próxima semana, para assistir à cúpula sobre segurança nuclear, para a qual foram convidados chefes de Estado e de Governo de 44 países.

Segundo fontes oficiais em Tóquio, Hatoyama poderia manter conversas "extra-oficiais" com Obama em Washington à margem da grande reunião nuclear. EFE mic-yk/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG