Japão para por um minuto para lembrar 2 meses do terremoto

De acordo com o último boletim divulgado, a tragédia deixou 14.949 mortos e 9.880 desaparecidos

EFE |

O Japão parou às 14h46 (2h46 de Brasília) desta quarta-feira para lembrar as vítimas do terremoto seguido de tsunami, desastre que completou dois meses. De acordo com o último boletim divulgado, a tragédia deixou 14.949 mortos e 9.880 desaparecidos.

Os habitantes das zonas mais afetadas nas Províncias de Miyagi, Iwate e Fukushima suspenderam seus afazeres diários em refúgios ou os trabalhos de reconstrução para render uma emocionante homenagem que foi transmitida pela emissora pública "NHK".

Há dois meses, um terremoto de 9 graus na escala Richter e o posterior tsunami, com ondas de até 30 metros, arrasaram povoados inteiros sem que um grande número de pessoas tivesse tempo de reagir.

Nesta quarta-feira, moradores, voluntários e militares realizaram cerimônias em memória dos que morreram na catástrofe, enquanto prosseguem os esforços para retirar os escombros e levantar casas temporárias para cerca de 117 mil que continuam em abrigos.

Em cidades como Minamisanriku, na Província de Miyagi, transformada em um monte de escombros, voluntários, militares e habitantes pararam o que faziam para respeitar um minuto de silêncio a mesma hora em que o tsunami atingiu a localidade, poucos minutos depois do tremor.

    Leia tudo sobre: japãoterremototremortsunamiusina nuclearradiação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG