TÓQUIO - O Exército japonês começou hoje a mobilizar as baterias antimísseis Patriot do centro do país em direção a diversas localizações do nordeste, um preparativo para o iminente lançamento do foguete norte-coreano.

Os mísseis guiados começaram a ser transferidos às províncias de Iwate e Akita, norte do Japão, por onde o foguete deve passar.

Segundo a agência japonesa "Kyodo", os Patriot carregados com mísseis PAC-3 estarão prontos a partir de segunda-feira para apoiar os dois navios antimísseis Aegis que partiram no sábado em direção ao Mar do Japão.

Os Patriot seriam os encarregados de interceptar o foguete norte-coreano ou partes do mesmo se estas forem consideradas uma ameaça e sempre e quando os navios Aegis não tiverem conseguido detê-las primeiro.

Na sexta-feira, o Governo japonês ordenou às Forças de Autodefesa que destruam o foguete caso as partes do artefato possam cair em território do país devido a uma falha.

A Coreia do Norte alega que lançará um satélite que colocará em órbita entre 4 e 8 de abril.

Já o Governo da Coreia do Sul acredita que o lançamento ocorrerá entre 6 e 8 de abril, devido às condições climáticas.

Segundo a agência meteorológica sul-coreana, para o dia 4 estão previstas chuvas na zona do lançamento, conhecida como Musudan-ri, enquanto no dia seguinte estará nublado, o que impossibilitaria as operações. EFE jmr/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.