O foguete japonês H-2A decolou nesta sexta-feira com o primeiro satélite que recolherá informações sobre os gases de efeito estufa no entorno terrestre, anunciou a Agência de Exploração Espacial nipônica (Jaxa).

O lançador, construído e explorado pelo grupo industrial Mitsubishi Heavy Industries (MHI), decolou às 12H54 locais (1H54 de Brasília) da base de Tanegashima, sul do país.

"O lançamento aconteceu da maneira como estava previsto", informou a agência espacial, depois que o satélite se separou do foguete para alcançar a órbita a 660 km da Terra.

O satélite, chamado "Ibuki" ("sopro de oxigênio" em japonês), está especialmente equipado para observar a presença dos gases de efeito estufa, entre eles o dióxido de carbono (CO2), e seu impacto na Terra.

"É necessário conhecer melhor o comportamento dos gases", explica a Jaxa, que coordena o projeto em conjunto com o Centro Nacional de Pesquisa Ambiental.

"É a primeira vez que tais fenômenos serão observados a partir do espaço", destacou a agência espacial, que recordou que "nos últimos anos, as consequências das emissões dos gases de efeito estufa se tornaram patentes rapidamente", deixando a comunidade internacional em alerta.

kap/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.