Japão já tem mais de 40 mil centenários

Tóquio, 11 set (EFE).- O número de idosos com mais 100 anos no Japão supera os 40 mil, um número que está previsto aumentar em ritmo cada vez maior nos próximos anos, segundo um relatório do Ministério da Saúde divulgado hoje.

EFE |

A grande maioria dos centenários no Japão, 86,5%, são mulheres, segundo esse estudo, recolhido pela agência local "Kyodo".

Para meados de setembro haverá no arquipélago japonês um total de 40.399 japoneses centenários, o dobro que há apenas seis anos, indica o relatório.

"Graças à melhora das condições econômicas e o progresso na assistência médica, o número de pessoas idosas aumentou constantemente e a população do país passou a desfrutar de uma grande expectativa de vida", indicou um porta-voz do Ministério.

A centenária mais idosa tem 114 anos e mora na ilha de Okinawa (sul), enquanto o homem mais velho, Jiroemon Kimura, soma 112 anos e reside em Kioto.

Antigo empregado dos correios, Kimura, que tem 20 bisnetos e nove tataranetos, acredita que o segredo para alcançar um século de idade está em "comer de tudo em quantidades modestas".

Nos últimos anos, a melhora dos tratamentos e cuidados médicos no Japão, um dos países mais envelhecidos do mundo, permitiu reduzir as mortes associadas a doenças cancerígenas, cardíacas e os derrames cerebrais, consideradas as três principais causas de morte no país asiático.

Segundo dados da ONU, 20,1% da população japonesa tem mais de 65 anos, percentagem que se espera aumente até 31,3% para o ano 2030.

EFE mic/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG