Japão está disposto a manter diálogo com a Coreia do Norte, diz ministro

Países devem abordar o programa nuclear de Pyongyang e os japoneses sequestrados nas décadas de 70 e 80

EFE |

O Japão está disposto a manter um diálogo bilateral com a Coreia do Norte sobre os japoneses sequestrados nas décadas de 70 e 80 e o programa nuclear de Pyongyang, disse nesta quarta-feira o ministro de Relações Exteriores do país, Seiji Maehara, em declarações divulgadas pela emissora pública de televisão "NHK".

O chefe da diplomacia japonesa enfatizou a intenção de abordar com cautela a proposta da China para retomar o diálogo de seis lados para a desnuclearização de Pyongyang, do qual participam também as duas Coreias, a Rússia e os Estados Unidos.

A China tenta reiniciar essas conversas, paralisadas desde o fim de 2008, para diminuir a tensão na Península Coreana após o ataque de Pyongyang, em novembro, contra a ilha sul-coreana de Yeongpyeong, na tensa fronteira do Mar Amarelo, o que deixou quatro mortos.

Maehara explicou que Tóquio espera que sejam criadas as condições que lhe permitam dialogar com Pyongyang, principalmente sobre o sequestro de cidadãos japoneses nas décadas de 70 e 80 por parte de espiões norte-coreanos, além do desenvolvimento do programa nuclear do regime de Kim Jong-il.

O ministro japonês ressaltou que esses temas espinhosos podem ser abordados não só pelo diálogo multilateral mas também de maneira bilateral, ao comentar a disposição demonstrada pela Coreia do Norte no ano-novo em tentar diminuir a tensão com a Coreia do Sul.

Maehara criticou as ações do regime comunista norte-coreano em 2010, ano em que, além de atacar Yeonpyeong, confirmou o enriquecimento de urânio, o que permitiria abrir uma nova via para a obtenção de armas nucleares. A isso tudo se uniu o afundamento do navio sul-coreano "Cheonan", no qual morreram 46 tripulantes e que, segundo Seul, teria sido causado por um torpedo de um submarino norte-coreano.

    Leia tudo sobre: japãocoreia do nortecoreia do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG