Japão e Coréia do Sul colaborarão mais em conversas com Coréia do Norte

Tóquio, 14 jun (EFE) - Japão e Coréia do Sul acordaram hoje que colaborarão de maneira mais estreita nas negociações sobre os seqüestros dos japoneses e a desnuclearização da Coréia do Norte, segundo a agência de notícias japonesa Kyodo.

EFE |

O ministro de Assuntos Exteriores japonês, Masahiko Komura, e seu colega sul-coreano, Yu Myung Hwan, aproximaram posições em reunião em Tóquio, na qual se encontrarão com o chanceler chinês, Yang Jiechi.

Durante o encontro, Komura explicou os últimos avanços das negociações entre Japão e Coréia do Norte e Yu disse que "espera também que os casos de seqüestro sejam resolvidos em breve e de maneira aceitável para o público japonês".

"O Governo da Coréia do Sul fará todos os esforços possíveis", disse Ju, citado pela "Kyodo".

A Coréia do Norte se comprometeu na sexta-feira a "reinvestigar a questão dos cidadãos japoneses seqüestrados" nas décadas de 1970 e 1980 por agentes norte-coreanos, segundo um comunicado oficial do regime comunista.

Em troca deste gesto, o Japão se comprometeu a suspender parte das sanções que impõe ao regime comunista.

Por sua parte, Komura ressaltou que as negociações de seis lados com a Coréia do Norte haviam chegado a "uma fase importante" e que o Japão precisa de uma colaboração mais estreita com as outras nações que fazem parte do processo de negociações de seis lados, as duas Coréias, Estados Unidos, Rússia e China.

Komura e Jiechi disseram ainda que estabelecerão um comitê de trabalho para a discussão de questões multilaterais, como uma possível reforma da ONU.

No entanto, o representante sul-coreano não disse claramente se apoiaria o Japão para que obtivesse um lugar permanente no Conselho de Segurança da organização.

Além disso, disseram que colaborarão para o estabelecimento do novo marco ambiental que substituirá o protocolo de Kioto a partir de 2013 e que trabalharão para que se firme, em breve, um Tratado de Livre-Comércio (TLC) entre Japão e Coréia do Sul.

Komura e Yu se reunirão esta tarde com o chanceler chinês em um encontro no qual os três acordarão uma colaboração mais estreita nas negociações sobre os seqüestros e a desnuclearização com a Coréia do Norte. EFE icr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG