Japão dispara, mas demais mercados na Ásia têm ganhos moderados

Por Kevin Plumberg HONG KONG (Reuters) - O índice Nikkei da bolsa de valores do Japão subiu mais de 6 por cento nesta terça-feira, destoando dos demais mercados da região que tiveram ganhos mais modestos.

Reuters |

Mas a alta em Tóquio refletiu, em boa medida, um movimento de recuperação de ganhos, já que o mercado japonês esteve fechado na segunda-feira.

A eliminação de incertezas em relação à eleição nos Estados Unidos pode proporcionar um impulso de curto prazo para o dólar e os mercados de ações. Mas o impacto sobre a confiança do investidor no longo prazo ainda não está claro.

"Dependendo do resultado real, as eleições nos Estados Unidos poderão dar algum suporte aos mercados globais ,o que pode ser visto como a promessa de mais estímulo fiscal, particularmente se (Barack) Obama ganhar as eleições", estrategistas de câmbio do Calyon em Hong Kong disseram em uma nota.

O índice Nikkei fechou a sessão em alta de 6,3 por cento, depois do feriado na segunda-feira. Desde que atingiu o menor patamar em 26 anos, na semana passada, o indicador já subiu 30 por cento.

As ações da região Ásia-Pacífico, com exceção do Japão, registravam queda de 0,13 por cento, de acordo com o índice MSCI, rompendo cinco dias seguidos de valorização.

O índice Kospi, da bolsa de Seul, subiu 2,15 por cento, segundo dia de alta, depois de o governo ter revelado cortes de impostos adicionais no valor de 11 bilhões de dólares, entre outras medidas para impulsionar a economia.

No mercado acionário da Austrália, o índice S&P/ASX 200 encerrou praticamente estável, zerando boa parte das perdas registradas ao longo da sessão depois que o banco central do país anunciou um forte corte da taxa de juro.

E Xangai o mercado amargou uma queda de 0,76 por cento, enquanto em Hong Kong, a valorização foi de 0,28 por cento. A bolsa de Taiwan fechou praticamente estável, com leve queda de 0,05 por cento, enquanto em Cingapura a bolsa recuou 2,87 por cento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG