Japão cria tour para desempregados em busca de vagas

O governo do Japão criou uma excursão especial de três dias pelas principais cidades japonesas. Mas o passeio não é para ver as belezas locais e sim para conhecer pequenas e médias empresas que, apesar da crise, ainda estão contratando.

BBC Brasil |

O único requisito para participar da viagem é estar desempregado.

O objetivo das excursões é permitir a aproximação entre empresas em busca de mão de obra e desempregados. Cada ônibus levará cerca de 30 pessoas.

"Além de conhecer a empresa e o tipo de trabalho, eles têm a possibilidade de deixar currículo e marcar uma entrevista", explicou à BBC Brasil Atsushi Minami, da empresa que organiza os tours. "Mas isso não significa que a pessoa vai garantir uma vaga ao final do tour", lembrou.

Sato, um japonês de 53 anos, foi um dos primeiros a participar do programa. O engenheiro está desempregado desde o começo do ano e não está tão esperançoso de conseguir uma vaga logo.

"Essa é uma oportunidade única para conseguir emprego", admitiu ele. "Quem me dera se essa excursão fosse a turismo, mas não posso me dar a esse luxo agora", emendou.

Utsuno Yoshihiko, presidente da Kikukawa Metal Architect, uma das empresas visitadas pelo grupo, disse que este é um bom momento para pequenas e médias empresas captarem mão de obra. "Em época de recessão, as grandes empresas fazem cortes, e trabalhadores qualificados ficam disponíveis no mercado", justificou.

Ideia recicladaChamado de "Chiiki Miryoku Hakken", algo como Descobrindo as Atrações Locais, o "passeio" é todo custeado pelo governo - inclui o hotel e o ônibus. O desempregado desembolsa apenas US$ 45, valor referente a refeições.

A ideia da excursão foi adaptada de um projeto já existente, só que voltado a universitários que estão para se formar. "Há dois anos já organizamos tours para estudantes conhecerem empresas", contou Minami.

Por enquanto, o programa tem cadastro de 1.400 empresas em todo arquipélago que buscam trabalhadores.

"Todo mês vamos ter pelo menos um desses tours. Em regiões com grande número de desempregados teremos um toda semana", detalhou.

Segundo o japonês, serão no total cem viagens por várias regiões do Japão até o final do ano. O custo do projeto é de US$ 50 milhões e 3 mil pessoas serão beneficiadas.

Estrangeiros também podem participar do projeto, desde que tenham conhecimento do idioma japonês.

Os interessados preenchem um cadastro pela internet e, dependendo da quantidade de interessados, é feita uma triagem por ordem de necessidade. O próximo tour está marcado para o final de maio, na província de Oita, ao sul do Japão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG