Estudantes da Universidade de Tsukuba, no Japão, criaram um robô com a aparência de bebê para encorajar os casais a terem filhos. As expressões faciais do robô, que recebeu o nome de Yotaro, são projetadas em uma tela.

Os movimentos do corpo são resultado da ação de sensores colocados debaixo da pele de silicone.

Mas o mais importante para os universitários foi fazer o bebê engraçadinho, para inspirar a maternidade.

A taxa de fertilidade no Japão é uma das mais baixas entre os países desenvolvidos. As autoridades temem as consequências econômicas de uma população mais envelhecida. Há uma expectativa de que um quarto da população japonesa terá mais de 65 anos até 2015.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.