Japão: corpos de funcionários de usina de Fukushima são achados

Dois trabalhadores, de 21 e 24 anos, faziam a manutenção do prédio de turbinas do reator 4 quando foram surpreendidos pelo tremor

EFE |

Dois funcionários da Tepco, a empresa que opera a usina de Fukushima, desaparecidos desde o dia 11 de março foram encontrados mortos no porão de uma das unidades da usina nuclear, informou hoje a "NHK".

Os dois funcionários, de 21 e 24 anos, trabalhavam na manutenção do prédio de turbinas do reator 4, onde lhes surpreendeu o forte terremoto de 9 graus de magnitude na escala aberta de Richter seguido do tsunami.

Seus corpos foram achados na quarta-feira passada na drenagem da água contaminada que inundava o porão, por isso que antes de fazer a autópsia tiveram que ser limpos da radioatividade, segundo a "NHK", que cita fontes da Tepco.

O presidente de honra da Tepco, Tsunehisa Katsumata, lamentou a morte dos jovens "que trabalhavam pela segurança da central" e se mostrou decidido a que tragédias assim "não se repitam".

    Leia tudo sobre: JAPÃOTERREMOTO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG