Japão anuncia plano para redução de suas emissões de CO2

Tóquio, 9 jun (EFE).- O primeiro-ministro do Japão, Yasuo Fukuda, anunciou hoje a intenção de o Japão reduzir entre 60% e 80% suas emissões de dióxido de carbono (CO2) atuais para dar exemplo e se transformar em líder mundial na luta contra o aquecimento global.

EFE |

Fukuda ofereceu uma série de medidas para combater a mudança climática em seu país e propostas para o fórum internacional em entrevista coletiva concedida hoje no Clube de Imprensa do Japão, a apenas um mês da cúpula do G8 (sete países mais industrializados e a Rússia) na ilha de Hokkaido, no norte do país.

O premiê japonês deseja levar o debate sobre a redução da emissão de CO2 ao mais alto nível da agenda da cúpula do G8.

Fukuda também se referiu às diferenças entre Europa e Japão sobre que ano tomar como base para a redução das emissões.

O chefe de Governo japonês frisou especialmente que as metas de redução de emissões sejam aplicadas aos países em desenvolvimento como China e Índia, convidados para a cúpula do G8 de Hokkaido.

Fukuda exibiu um esquema de quatro áreas nas quais o Japão deverá atuar para cumprir suas metas: o desenvolvimento de tecnologias, a criação de um marco para a redução de emissões, reforçar o papel das regiões e fazer do cidadão um protagonista na luta contra o aquecimento global. EFE fab/wr/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG