Tóquio - O governo japonês anunciou nesta terça-feira uma ajuda de emergência para a China de 500 milhões de ienes (US$ 5 milhões) destinada a assistir às vítimas do grave terremoto desta segunda-feira no país.

O ministro de exteriores japonês, Masahiko Komura, comunicou que esta assistência, da qual parte será distribuída em forma de doação, consistirá no envio de cobertores e tendas, entre outros materiais de emergência, informou a agência local "Kyodo".

Komura disse que a ajuda será enviada como resposta a um pedido da China, e disse que o Japão está disposto a deslocar equipes de especialistas médicos e enfermeiras assim que for solicitado.

A contribuição japonesa será entregue ao Governo chinês e às organizações internacionais, disse o ministro japonês.

A China é "nossa vizinha e está sofrendo um dano significativo, portanto, queremos fazer por eles tudo o que pudermos", disse Komura antes, à espera de saber se o país asiático estava disposto a receber ajuda humanitária.

O presidente da China, Hu Jintao, realizou uma visita histórica ao Japão na semana passada, na qual os dois países decidiram impulsionar suas relações.

O terremoto de ontem, de 7,8 graus na escala Richter, deixou pelo menos 12 mil mortos na província de Sichuan, segundo os últimos números oficiais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.