Japão admite novas formas de diálogo sobre programa nuclear norte-coreano

Tóquio, 27 jul (EFE).- O Japão disse hoje que a desnuclearização norte-coreana deve ser negociada no processo de seis lados, mas admitiu a possibilidade de outras formas de diálogo sempre e quando ocorrem dentro dessas conversas multilaterais.

EFE |

Segundo o ministro porta-voz do Governo do Japão, Takeo Kawamura, "as questões devem ser discutidas principalmente no marco do diálogo de seis lados", no qual participam as duas Coreias, Estados Unidos, China, Japão e Rússia.

O ministro porta-voz, porém, afirmou que algum outro tipo de diálogo bilateral entre Coreia do Norte e EUA, ou com o Japão, também seria aceitável, mas que essas conversas deveriam ser refletidas "eventualmente nas negociações de seis lados", informou a agência local "Kyodo".

As declarações de Kawamura acontecem após a Coreia do Norte pedir hoje um diálogo "reservado e específico" para negociar sua desnuclearização e "resolver a atual situação", fora das negociações de seis lados.

A oferta parece implicar um diálogo bilateral direto com os EUA, depois que o embaixador da Coreia do Norte nas Nações Unidas, Sin Sun-ho, sugeriu recentemente que o país estaria disposto a negociar com Washington e que dá por encerrado o processo de seis lados.

As negociações estão estagnadas desde dezembro de 2008, devido a uma falta de consenso sobre a verificação do processo de desnuclearização de Pyongyang. EFE icr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG