Japão acredita em consenso sobre nova resolução da ONU

Tóquio, 26 mai (EFE).- O Japão acredita que há consenso no Conselho de Segurança das Nações Unidas para uma nova resolução contra a Coreia do Norte, previsivelmente mais dura que a aprovada em 2006, após o primeiro teste nuclear, disse a agência local Kyodo.

EFE |

Fontes diplomáticas da ONU citadas pela "Kyodo" assinalaram que os cinco países que são membros permanentes do Conselho de Segurança (Estados Unidos, Rússia, China, França e Reino Unido), junto com Japão e Coreia do Sul, "chegaram a um acordo sobre uma nova resolução sobre o teste nuclear da Coreia do Norte".

Japão e Estados Unidos apóiam abertamente uma nova resolução da ONU contra o regime comunista norte-coreano, que significaria mais sanções e mais isolamento para Pyongyang.

O regime comunista norte-coreano informou nesta segunda-feira que realizou seu segundo teste nuclear, com uma explosão de 20 quilotons de potência, de acordo com fontes da Defesa da Rússia, e posteriormente lançou três mísseis de curto alcance, segundo a agência sul-coreana "Yonhap".

Nesta segunda-feira, o Conselho de Segurança da ONU condenou o teste nuclear norte-coreano e o lançamento de três mísseis de curto alcance, como uma "clara violação" de suas resoluções passadas, e agora avaliará se impõe novas sanções a Pyongyang. EFE psh/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG