Jacob Zuma ganha eleição da África do Sul, diz boca de urna

SÃO PAULO - A África do Sul realizou eleições gerais pela quarta vez, desde o fim do apartheid, em 1994. O Congresso Nacional Africano (CNA), que liderou a luta contra o regime de segregação racial, manteve durante estes 15 anos ampla maioria na Assembleia e, segundo as pesquisas, manterá a hegemonia, com cerca de 67% dos votos.

Valor Online |

O líder do ANC, Jacob Zuma, é considerado o favorito. Deve ser eleito pela Assembleia em 6 de maio e tomar posse no dia 9.

Mesmo depois de 15 anos do fim do regime de dominação branca, a maioria negra da África do Sul ainda credita ao CNA o fim do apartheid. A lealdade ao partido tem sido reforçada pelos benefícios sociais recebidos por 1 em cada 4 sul-africanos. A oposição não vem conseguindo capitalizar o fracasso do CNA em criar empregos e em diminuir uma das mais altas taxas de violência do mundo.

(Valor Econômico, com agências internacionais)

    Leia tudo sobre: áfrica do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG