Islamabad, 20 set (EFE) - Pelo menos 15 hóspedes ficaram presos entre as chamas no luxuoso hotel Marriott de Islamabad, que sofreu hoje um atentado com bomba no qual pelo menos 40 pessoas morreram e 90 ficaram feridas, informaram várias fontes.

O hotel, muito freqüentado por estrangeiros, continua em chamas e está a ponto de desabar em decorrência do ataque, que pôde ser ouvido a quilômetros de distância. EFE igb/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.