Já são 10 os mortos por fortes ventos registrados na Espanha

(atualiza número de mortos) Madri, 24 jan (EFE).- Dez pessoas, sendo quatro crianças, morreram nas últimas horas em decorrência do temporal e dos fortes ventos que atingem grande parte da Espanha, com sequências de até 170 km/h.

EFE |

A décima vítima fatal é um homem de 51 anos que morreu hoje em Alicante, sudeste, no desabamento de um muro.

Além dos danos pessoais, as chuvas deixaram centenas de milhares de casas sem luz, obrigaram à suspensão de dezenas de voos, ao corte de linhas férreas e ao fechamento de portos.

Na localidade de Sant Boi de Llobregat, perto de Barcelona, quatro crianças com idades entre 9 e 12 anos morreram na queda do teto de um ginásio. Outras nove pessoas, sete delas menores, ficaram feridas no desabamento.

Fontes do Corpo de Bombeiros da Catalunha disseram que um dos feridos no ginásio está em estado muito grave. Na mesma região, um homem e uma mulher também morreram em conseqüência dos ventos fortes.

O temporal obrigou as forças de segurança a desalojarem o campus da Universidade Autônoma da Barcelona (UAB), depois que uma pessoa ficou ferida ao ser atingida por um pinheiro.

As outras três mortes foram registradas na Galícia (noroeste) e em Alicante (sudeste).

Os ventos que atingem a Espanha deixaram milhares de casas sem luz, causaram danos a edifícios, derrubaram árvores e muros e forçaram ao cancelamento de dezenas de voos, além do fechamento de estradas e de portos.

No litoral do País Basco, norte, as ondas chegaram a atingir 21,5 metros de altura, segundo fontes oficiais. EFE nac/sc/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG