Domingo, 13 de setembro, 2009: distribuição dos prêmios destinados aos melhores vídeos sob o alto e gentil patrocínio da MTV, a ser realizada no fabuloso Radio City Music Hall, de Nova York. Janet Jackson passou algumas semanas ensaiando mais de 15 horas, acompanhada de um corpo de baile composto de 20 elementos escolhidos a dedo (ui!) para oferecer, segundo ela, uma performance destinada a arrancar lágrimas dos menos dos demonstrativos espectadores, sendo que desta vez inclusive sem um dos seios à mostra.

O recentemente falecido irmão da cantora, Michael Jackson, mais conhecido como "O Rei", será o grande homenageado da noite.

No entanto, conforme se dizia, mais uma vez a Europa e o mundo têm que se curvar diante do Brasil. Nós homenageamos primeiro. E de forma muito Sem Radio City, sem corpo de baile, sem MTV, mas com o mais belo e fulgurante dos atos públicos em belíssima mostra de respeito e admiração. Como num samba clássico, foi - ora se! - na Bahia.

Limito-me a transcrever a seguir o que foi publicado no Diário Oficial do Município de Salvador de 07.08.09:
"Projeto de resolução 50/09:
Concede o Título de Cidadão Soteropolitano Post Mortem ao cantor e compositor norte-americano MICHEL (sic) JOSEPH JACKSON.

A C ARA MUNICIPAL DE SALVADOR RESOLVE:
Art. 1º. - Fica concedido o Título de Cidadão Soteropolitano post mortem ao cantor e compositor norte-americano MICHEL (sic de novo) JOSEPH JACKSON.

Art. 2º. - A Mesa da Câmara Municipal de Salvador fica autorizada a providenciar a entrega da referida honraria em Sessão Solene previamente convocada para este fim a um representante da família do homenageado, especialmente sua mãe, como representante legal do espólio, KATHERINE JACKSON.

Art. 3º. - As despesas decorrentes da presente Resolução correrão por conta da verba própria do Orçamento vigente.

Art. 4º. - Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Sala das Sessões, 05 de agosto de 2009.

LÉO KRET DO BRASIL"
Ainda não foi divulgada a data para a espetacular cerimônia. Um mundo, curvado e aturdido, quer saber: quem é Léo Kret do Brasil? Googleio e repasso o que encontrei, que pouco não foi. Léo Kret é vereadora pelo Partido Democrata (DEM), uma versão soteropolitana com dendê, quero crer, do PFL (esse eu não tenho a menor ideia do que seja ou o que queira).

Foi eleita em 2008, sendo o 4º vereador mais votado do município, com 12.861 votos. Trata-se de uma transexual que atende ("Alô! Quem fala? É você?...") também pelos nomes de Leocrete ou Leokrety. O "Do Brasil" foi acrescentado num mui louvável gesto patriótico depois de sua ascensão ao poder. Antes das eleições, Léo e suas variações era dançarina de bandinhas soteropolitanas (ou de Salvador, para quem chegou agora) até atingir uma espécie de estrelato no grupo "Saiddy Samba".

Muito popular e facilmente encontrada no YouTube, sua ambição, ou melhor determinação, é ser, conforme diz, "presidenta do Brasil".

Nunca duvidem da força de vontade de um baiano. Não ousem questionar sua determinação. De baiano e, ainda por cima, ou lá por baixo, de transexual. E, cá entre nós, Michael (ou Michel, como querem os ilustre edis) Jackson nunca me enganou. Era tão baiano de alma quanto Caetano ou Gil. Juro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.