Itamaraty articula na China próxima reunião dos Brics

Pequim, 2 fev (EFE).- O subsecretário do Itamaraty Roberto Jaguaribe afirmou hoje em Pequim que a próxima cúpula das principais economias emergentes, conhecidas como Brics (Brasil, Rússia, Índia e China), se centrará na cooperação financeira e econômica.

EFE |

Em declarações à agência oficial de notícias chinesa "Xinhua", Jaguaribe disse que, em sua segunda cúpula, os líderes dos Brics discutirão também sobre cooperação energética.

O diplomata pediu a esses quatro Governos que cooperem para enfrentar os últimos efeitos da crise financeira global. Ele acrescentou que o Governo brasileiro defende uma reforma "gradual" do sistema financeiro internacional, embora os Brics não tenham um plano para substituir o papel do dólar na economia global.

Em plena crise financeira, os quatro países do grupo registraram bons resultados econômicos, acrescentou Jaguaribe, que em sua viagem à Ásia também deve visitar a Rússia e a Índia.

O subsecretário assegurou que os Brics não representam uma ameaça para nenhum país e que no futuro outros países africanos, latino-americanos e asiáticos terão um papel de destaque no crescimento da economia global.

A primeira reunião dos Brics ocorreu na cidade russa de Ecaterimburgo (na região dos Urais) em junho passado e a próxima é esperada para abril, em Brasília. EFE mz/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG