Italiano regressa a acampamento-base do K2

O alpinista italiano que sobreviveu à avalanche que na sexta-feira causou a morte de 11 colegas perto do topo do K2, no Paquistão, conseguiu voltar nesta terça-feira a seu acampamento-abse a 5.300 metros de altura e espera a chegada do helicóptero de resgate, anunciou um coordenador na Itália.

AFP |

As equipes de socorro devem, no entanto, esperar que as nuvens se dissipem para retomar a operação e assim resgatar Marco Confortola, informou Agostino Da Polenza ao canal Sky TG24.

A descida do alpinista italiano, que começou na segunda-feira com ajuda de outros montanhistas, teve de ser lenta porque ele possui vários ferimentos causados pelo frio excessivo.

Confortola, que perdeu seu celular na avalanche, conseguiu falar pela primeira vez com seus acampamento-base depois de ser ajudado por outros alpinistas.

Três sul-coreanos, dois nepaleses, dois paquistaneses, um sérvio, um irlandês, um norueguês e um francês morreram no acidente.

O K2, com 8.611m, é o segundo monte mais elevado do mundo, depois do Everest (8.848m), mas é o mais difícil de escalar e já cobrou a morte de vários alpinistas que tentaram a proeza.

str/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG