Um italiano de 49 anos, residente há vários anos em Honduras, matou a tiros dois enteados e sua filha, todos menores, suicidando-se depois no porto de Trujillo, 600 km a nordeste da capital, informou o chefe de polícia do Departamento de Colón, Oscar Colindres, nesta segunda-feira.

As crianças tinham 11, 9 e 5 anos; o pai era dono de uma distribuidora de produtos alimentícios.

nl/af/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.