Tamanho do texto

Um homem foi preso na terça-feira, em Veneza, na Itália, acusado de fotografar os traseiros de mais de três mil mulheres. Os policiais suspeitaram do homem, de 38 anos, após o flagrarem seguindo mulheres de minissaia munido de uma bolsa grande.

Um vídeo gravado pela polícia mostrou que assim que elas paravam ou abaixavam o homem tentava posicionar a bolsa logo atrás de suas pernas.

De acordo com os policiais, ele tinha uma câmera escondida e fazia as fotografias a partir de um buraco em um dos lados da bolsa.

Após efetuar a prisão, os agentes encontraram vários DVDs com mais de três mil imagens de traseiros.

O homem confessou ter agido ao longo de dois anos na Praça de São Marcos e em suas redondezas.

A polícia não divulgou o nome do acusado, se limitando a dizer que ele é casado e tem dois filhos. Se condenado, poderá pegar pena de seis meses a quatro anos de prisão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.