Itália vive dia de luto nacional em meio a novos tremores

Roma - A Itália realiza nesta sexta-feira funerais coletivos para as vítimas dos terremotos que atingiram a região de Abruzzo na última segunda-feira.

Redação com Agência EFE |

Na noite passada foram registrados novos movimentos telúricos na região.

Os funerais de Estado pelas 289 vítimas fatais do terremoto, segundo o último balanço oficial, começaram às 11h locais (6h de Brasília).

Entre os mortos, há 20 crianças e uma pessoa que ainda não foi identificada.

Às 05h22 locais (0h22 de Brasília), a terra voltou a tremer na região de Abruzos por causa de uma réplica que alcançou os 3,7 graus de magnitude na escala Richter.

Além disso, na noite passada foi registrado outro movimento telúrico, por volta das 21h30 locais (16h30 de Brasília), de 4,9 graus, que também foi sentido em Roma.

Cardeal no funeral

O cardeal Tarcisio Bertone, segundo homem na hierarquia do Vaticano, comanda o funeral das vítimas. Foi necessária uma licença especial da Igreja para isso, já que habitualmente não há missa nessa data. Parentes das vítimas já começaram a realizar funerais privados.

O primeiro-ministro Silvio Berlusconi, que decretou emergência nacional e despachou milhares de soldados à região, presidiu na quinta-feira uma reunião do gabinete em Roma destinada a liberar verbas e benefícios fiscais para as comunidades afetadas.

A polícia disse que impediu vários saques. Um homem foi detido durante a noite com 80 mil euros (106,2 mil dólares), mas liberado após provar que a quantia lhe pertencia, segundo a imprensa local.

As autoridades dizem que 28 mil pessoas perderam suas casas, sendo que 17 mil estão vivendo em acampamentos montados pelo governo, e as demais em hotéis e casas de parentes.

As primeiras estimativas dão conta de prejuízos de até 3 bilhões de euros na região, que vive do turismo, da agricultura e de negócios familiares. O impacto sobre o PIB da Itália, de 2 trilhões de euros, deve ser limitado.


Epicentro do terremoto foi em L'Aquila, no centro da Itália


Clique para ver o infográfico

Leia também:


Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: itália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG