Itália receberá vacina contra a gripe em novembro

Roma, 1º set (EFE).- Um total de 24 milhões de italianos terá acesso à vacina contra a gripe A a partir de meados de novembro, informou hoje à imprensa o diretor-geral de Prevenção e Saúde do Ministério da Saúde, Fabrizio Oleari.

EFE |

Por sua vez, o ministro da Saúde, Ferruccio Fazio, explicou que os primeiros a receber a vacina serão os profissionais da área e pessoas de grupos considerados de risco, como médicos, enfermeiros, policiais e bombeiros.

Numa fase seguinte, serão vacinadas as pessoas com doenças cardiovasculares, diabetes e obesidade, porque nestas a probabilidade de "a doença ser letal é de 70%", declarou Fazio numa entrevista ao jornal "La Stampa".

O ministro disse ainda que a vacina "não será obrigatória", embora a previsão seja de que 80% da população procurará os postos de saúde.

Apesar da preocupação despertada pela gripe A, a volta às aulas não será adiada, como chegou a ser cogitado. EFE afp/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG