Itália quer presidir G8 com respeito aos modelos sociais

Roma, 29 out (EFE).- O Governo da Itália planeja organizar um G8 social ampliado para abril de 2009, durante a Presidência temporária italiana no grupo formado pelos sete países mais industrializados do mundo e a Rússia, anunciou hoje o ministro do Trabalho Maurizio Sacconi.

EFE |

"Estamos pensando em um G8 ampliado em abril para preparar também do ponto de vista dos modelos sociais a cúpula de chefes de Estado e de Governo" de EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Canadá, Itália, Japão e Rússia, disse Sacconi em um congresso econômico em Roma.

"Como Governo pensamos em organizar um G8 social na primavera que será dedicado à viabilidade dos modelos sociais nos grandes países industrializados para tentar obter elementos comuns de referência para a reestruturação destes padrões", destacou.

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, que ocupará a Presidência rotativa do G8 a partir de 1º de janeiro de 2009, havia anunciado, em 21 de outubro, que os países que formam o grupo chegaram a um acordo para que na próxima reunião participem os chamados países emergentes, entre eles, o Brasil. EFE mcs/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG