Itália promete cooperar com Paquistão na luta antiterrorista

Islamabad, 20 out (EFE).- O chanceler italiano, Franco Frattini, garantiu hoje aos líderes paquistaneses apoio na luta contra o terrorismo e prometeu que a Itália vai investir mais no país asiático.

EFE |

Frattini, que chegou hoje a Islamabad em visita oficial, se reuniu com o presidente Asif Alí Zardari, com o primeiro-ministro Yousaf Razá Gillani, e com o chanceler paquistanês, Shah Mehmood Qureshi, com quem compareceu em coletiva de imprensa conjunta.

Segundo um comunicado da Chancelaria, Qureshi informou a Frattini "sobre os crescentes desafios econômicos e de segurança que o Paquistão atravessa" e ressaltou a necessidade de desenvolver uma estratégia contra o terrorismo em nível político, socioeconômico e militar.

"Reconhecemos a importância da batalha que está acontecendo contra o terrorismo e os esforços da comunidade internacional em promover a paz, a segurança e a prosperidade na região", disse Qureshi, citado no comunicado.

O chefe da diplomacia paquistanesa disse acreditar, além disso, que ambos os países concretizarão em breve medidas para "diversificar as relações comerciais, econômicas e culturais", que qualificou de "muito importantes".

Segundo outra nota divulgada pelo escritório do primeiro-ministro, Frattini expressou em seu encontro com os dirigentes paquistaneses "o interesse comum de que haja estabilidade no Afeganistão".

Já Gillani mostrou seu desejo de que a "Itália apóie plenamente o Paquistão" para um "maior acesso de seus produtos ao mercado da União Européia".

Frattini garantiu ao chefe de Governo paquistanês uma maior participação italiana e prometeu que uma delegação "visitará em breve o Paquistão para explorar as oportunidades de investimento".

Segundo a embaixada italiana, após as reuniões, Frattini deixou o Paquistão. EFE igb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG