Itália prepara conferência do G8 sobre Afeganistão e Paquistão

Roma, 4 dez (EFE) - A conferência internacional sobre o Afeganistão e o Paquistão que a Itália prepara para seu período de Presidência do Grupo dos Oito (G8, sete nações mais ricas do mundo e a Rússia) acontecerá em junho, informou hoje o ministro de Assuntos Exteriores italiano, Franco Frattini.

EFE |

Em entrevista que será publicada na próxima edição do semanário italiano "Panorama", Frattini afirma que a cúpula, na qual, além das sete maiores economias do mundo e a Rússia participarão as potências emergentes, será realizada muito provavelmente em Trieste, no extremo nordeste da Itália.

O chanceler da Itália, país que assumirá a Presidência do G8 em janeiro, já informou, em 28 de novembro, em uma visita ao México, da intenção do Governo de preparar uma reunião para a "estabilização" da região, o que tornou-se ainda mais necessário após os atentados em Mumbai.

A Itália trabalha para que, na cúpula sobre o Afeganistão e o Paquistão, além dos países do G8 (Estados Unidos, Reino Unido, França, Alemanha, Canadá, Itália, Japão e Rússia) e do G5 (Brasil, China, Índia, México e África do Sul), o Egito participe como elo entre o Oriente Médio e a África.

"Obviamente, será preciso contar com Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Turquia", destacou Frattini, que pretende que o encontro elabore, "pela primeira vez, um Mapa de Caminho para desativar a ameaça terrorista de matriz islâmica que tem suas raízes no Afeganistão e no Paquistão".

Segundo o ministro italiano, "esta conferência representará o modelo de Governo que temos em mente".

Várias são as iniciativas sobre as quais o Governo italiano já trabalha para o período da Presidência do G8, entre elas a primeira conferência internacional sobre crime organizado e uma cúpula para discutir a vigência dos modelos sociais atuais. EFE mcs/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG