Mais de 60 mafiosos, incluindo vários chefes de clã, foram detidos nesta quarta-feira na região de Nápoles, sul da Itália.

"Emitimos ordens de prisão contra 64 pessoas suspeitas de pertencer a um importante clã da Camorra (máfia napolitana), na região do Vesúvio", afirmou à AFP uma fonte policial de Nápoles.

"Três deles já estão presos por outros crimes", completou.

Os suspeitos, membros do clã Sarno, são acusados de associação mafiosa, extorsão, tráfico de drogas, entre outras acusações.

Leia mais sobre: Itália

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.