Itália pede a israelenses e palestinos que parem a violência

Roma, 27 dez (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, pediu hoje a israelenses e palestinos que parem a violência entre as duas partes e defendeu o diálogo como a única via possível para encontrar uma solução duradoura ao conflito na região.

EFE |

Pelo menos 160 pessoas morreram e várias centenas ficaram feridas hoje devido ao bombardeio realizado pelo Exército de Israel na Faixa de Gaza, em reação aos ataques contra localidades israelenses cometidos em dias anteriores pelo Hamas, que controla o território palestino.

O primeiro-ministro "acompanha com preocupação a retomada dos enfrentamentos em Israel e na Faixa de Gaza, que estão provocando várias vítimas e feridos, inclusive entre a população civil", indica uma comunicado à imprensa divulgado hoje pela Presidência do Governo italiano.

"Berlusconi espera que esta nova onda de enfrentamentos não vá além e pede às partes que parem o lançamento de foguetes sobre Israel, assim como os bombardeios sobre a Faixa de Gaza", prossegue.

O primeiro-ministro da Itália afirma na nota que "só através do diálogo, e não com as provocações nem com o recurso às armas, será possível encontrar uma solução estável e duradoura para o conflito" na região. EFE mcs/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG