Itália investiga esquema de fraude em multas de trânsito

Milhares de motoristas na Itália devem buscar compensação depois da revelação de que um sistema para pegar quem ultrapassar o sinal vermelho foi fraudado. Mais de 100 pessoas, incluindo 63 policiais, estão sendo investigadas por suposta participação no esquema de fraude.

BBC Brasil |

O sistema T-Redspeed - uma câmera de tecnologia revolucionária - está em uso há dois anos em 300 pontos na Itália.

Câmeras ligadas a semáforos capturam imagens em 3D dos veículos que ultrapassarem o sinal vermelho ou estiverem acima do limite de velocidade.

O sistema também é capaz de detectar outras infrações de trânsito, como retornar em local proibido.

Acredita-se que mais de 1 milhão de motoristas já foram pegos pelo sistema.

Aumento

No entanto, agora há denúncias de que os semáforos foram alterados para mudar de amarelo para vermelho em três segundos em vez dos cinco ou seis segundos previstos.

A fraude foi descoberta por um oficial de polícia, que percebeu um aumento incomum no número de multas emitidas.

Em vez da média de 15 multas por dia, em alguns locais o volume diário aumentou para mais de mil.

Acredita-se que os envolvidos no esquema possam ter faturado cerca de US$ 170 milhões (aproximadamente R$ 395 milhões) com a fraude.

O inventor do sistema de monitoramento de trânsito está sob prisão domiciliar, mas seus advogados alegam que ele é inocente.

    Leia tudo sobre: itália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG