Itália estuda recurso ao STF para obter extradição de Battisti

A Itália está estudando um recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF) de Brasília, depois da recusa em extraditar Cesare Battisti, o ex-ativista de esquerda condenado por homicídio em seu país, afirmou nesta quarta-feira um ministro do governo de Silvio Berlusconi.

AFP |

"A Itália está estudando todos os recursos possíveis, inclusive uma intervenção junto ao Supremo Tribunal Federal do Brasil", declarou Elio Vito, ministro encarregado das relações com o Parlamento, citado pela agência Ansa.

Lembrando as intervenções do ministério italiano das Relações Exteriores e a carta enviada ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo presidente italiano, Giorgio Napolitano, que expressou "profunda supresa" com a decisão brasileira, Vito disse desejar que "sejam criadas as condições para reexaminar" esta decisão.

O Brasil reiterou na segunda-feira que não pretende modificar a decisão de conceder asilo político a Cesare Battisti.

Battisti foi condenado em 1993 à prisão perpétua por quatro assassinatos cometidos na Itália nos anos 70. Ele se diz inocente.

ljm/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG