Itália enviará 400 militares adicionais ao Afeganistão

Roma, 16 jun (EFE).- A Itália anunciou hoje que enviará mais 400 militares ao Afeganistão para reforçar seu contingente nesse país, frente às eleições presidenciais de agosto.

EFE |

O ministro de Defesa italiano, Ignazio La Russa, informou no Parlamento que esses militares, que ainda não partiram e que se somarão aos 2.800 soldados já deslocados no Afeganistão, ficarão no país até setembro ou outubro, se houver ou não segundo turno das eleições.

La Russa afirmou também que o Governo autorizou o envio de dois aviões Tornado assim que estiver preparada a base de Herat, onde se encontra o contingente italiano, e dois aviões de transporte Hércules C130 ou Alenia C27J e três helicópteros para evacuação médica.

O ministro da Defesa anunciou que a Itália mandará outros 56 carabineiros (Polícia militarizada) para completar e reforçar o adestramento dos agentes afegãos e que o número de carabineiros aumentará nos próximos meses até chegar aos 200. EFE jl/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG