Itália diz que Irã negou convite para participar de cúpula do G8

Roma, 22 jun (EFE).- A Itália considerou recusado o convite feito ao Irã para participar da próxima cúpula do G8 de Assuntos Exteriores, que será realizada entre os dias 25 e 27 de junho, na cidade italiana de Trieste, onde o Afeganistão e o Paquistão serão os principais temas debatidos.

EFE |

A declaração foi feita hoje pelo ministro de Exteriores da Itália, Franco Frattini, à rede de televisão privada "Canale 5", depois de ter marcado para esta segunda-feira a data limite para receber a aceitação de Teerã.

"A três dias (da cúpula) não tenho ainda nenhuma resposta, devo considerar que o Irã recusou o convite", disse Frattini.

"A Presidência do G8 não pode esperar mais", acrescentou o ministro, em referência ao cargo rotativo de Presidência do chamado Grupo dos Oito (G8), formado pelos EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Japão, Canadá, Itália e Rússia, ocupado pela Itália atualmente.

Segundo o ministro italiano, o Irã perdeu uma "chance que não vai se repetir" de poder participar de uma cúpula como esta e "não demonstrou interesse em explicar ao mundo se quer ser construtivo, pelo menos na região Paquistão-Afeganistão".

Além dos países-membros do G8, a presença da Espanha está prevista na cúpula. O país será representado pelo ministro de Exteriores do país, Miguel Ángel Moratinos. EFE mcs/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG