Itália convoca embaixador do Brasil para protestar contra decisão no caso Battisti

A Itália convocou o embaixador do Brasil, Adhemar Gabriel Bahadian, para protestar contra a decisão da justiça brasileira de conceder asilo político ao ex-ativista italiano de extrema esquerda Cesare Battisti, indicou nesta quarta-feira a chancelaria italiana.

AFP |

O embaixador foi convocado pelo secretário geral do ministério das Relações Exteriores da Itália, Giampiero Massolo, a pedido do chanceler Franco Frattini.

A Itália expressou ao diplomata "a indignação unânime de todas as forças políticas parlamentares, assim como da opinião pública e dos familiares das vítimas" em relação à decisão adotada pelo governo brasileiro, segundo um comunicado da chancelaria.

Além disso, a entidade manifestou "perplexidade diante das razões pelas quais a medida foi adotada", acrescenta a nota.

O ministro da Justiça do Brasil, Tarso Genro, decidiu na terça-feira conceder o status de refugiado a Battisti, de 54 anos, ex-dirigente dos Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), que mesmo ausente foi condenado na Itália à prisão perpétua por quatro homicídios cometidos entre 1977 e 1979.

Battisti fugiu da Itália em 1981, refugiando-se na França no início dos anos 90. Lá se tornou um célebre escritor de romances policiais.

Em 2004, Battisti fugiu para o Brasil quando a França decidiu aprovar o pedido de extradição feito pela Itália, sendo detido em 2007 no Rio de Janeiro.

kv/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG