Itália convidará Espanha para cúpula do G8

Roma, 14 mai (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, anunciou hoje que convidará a Espanha para a próxima cúpula de chefes de Estado e de Governo do Grupo dos Oito (G8, os sete países mais desenvolvidos e a Rússia), que será realizada na cidade italiana de LAquila entre 8 e 10 de julho.

EFE |

Segundo confirmaram à Agência Efe fontes ligadas ao primeiro-ministro, no prazo de um mês, será enviada uma carta ao Governo espanhol para formalizar o convite.

Na carta formal que o Executivo italiano enviará à Espanha "serão especificadas as razões do convite", disseram as mesmas fontes, que precisaram que, por enquanto, não foi determinado o grau de envolvimento da Espanha na cúpula.

Berlusconi anunciou hoje o convite à Espanha em uma declaração conjunta com Jan Peter Balkenende, primeiro-ministro da Holanda, país que também será convidado à reunião.

O primeiro dia de trabalho da cúpula contará com a presença dos chefes de Estado e de Governo das sete maiores potências econômicas do mundo - EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Canadá, Itália e Japão - mais a Rússia.

Enquanto isso, no segundo dia, a cúpula se transformará em "um G14 e depois em um G21, com a presença de países da União Africana", disse hoje Berlusconi.

Este convite permitirá que a Espanha, que já assistiu às duas últimas reuniões do Grupo dos Vinte (G20, os países ricos e os principais e emergentes) em Washington e em Londres, esteja também presente na cúpula do G8 em L'Aquila, cuja realização estava prevista inicialmente na ilha italiana de La Maddalena.

Em 23 de abril, o Executivo italiano decidiu transferir o encontro a L'Aquila, uma das cidades mais afetadas pelo terremoto de 6 de abril no qual morreram quase 300 pessoas. EFE ebp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG