Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Itália confisca 700 milhões de euros de testa-de-ferro da máfia

Roma, 18 nov (EFE).- A direção antimáfia da Polícia italiana confiscou bens no valor de 700 milhões de euros do empresário Giuseppe Grigoli, que seria um testa-de-ferro do mafioso siciliano Matteo Messina Denaro, informaram hoje fontes policiais.

EFE |

Entre os bens confiscados estão 12 empresas, 112 edifícios - entre eles palacetes e vilas -, apólices de seguros, automóveis e terrenos.

Alguns dos bens confiscados estavam no nome da filha e da esposa de Grigoli e, segundo a imprensa italiana, se trata de um dos confiscos mais importantes já feitos na Itália.

A relação de Grigoli com a máfia foi estabelecida graças à intercepção de bilhetes do mafioso da localidade siciliana de Trapani Messina Denaro e do subordinado do ex-chefe Cosa Nostra Bernardo Provenzano.

A essas provas se soma, além disso, o testemunho de um colaborador da justiça e ex-membro de um dos clãs da máfia siciliana.

Segundo fontes policiais, parte do patrimônio de Grigoli já tinha sido confiscada nos últimos meses. EFE ebp/rr

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG