Itália começará vacinações maciças contra gripe em 15 de novembro

Roma, 25 ago (EFE).- A Itália, país que registrou 1,517 mil casos da nova gripe e nenhuma morte, começará a vacinação contra o vírus A (H1N1) em 15 de novembro de pelo menos 40% da população, informaram hoje à Agência Efe fontes do Instituto Superior da Saúde.

EFE |

A vacina específica contra o vírus da nova gripe não está ainda disponível, mas estará pronta ainda neste segundo semestre com 24 milhões de doses que estão sendo preparadas pela farmacêutica suíça Novartis, acrescentaram as fontes.

O Ministério da Saúde deve vacinar pelo menos 40% da população total da Itália, com 60 milhões de habitantes, a partir de 15 de novembro, de forma gratuita e em duas rodadas.

A primeira, com 8 milhões de doses, acontecerá de 15 de novembro até o final de dezembro.

Esta primeira vacinação será realizada entre grupos de risco, como profissionais da saúde, médicos de família e pediatras, pessoal dos correios, empregados do grupo de telefonia italiana Telecom e membros das Forças Armadas.

Neste grupo, estão incluídos também os doentes com problemas nas vias respiratórias de entre 2 e 65 anos.

A segunda rodada de vacinações, com 16 milhões de doses, acontecerá a partir de 31 de janeiro de 2010 e incluirá o resto da população saudável de entre 2 e 27 anos, o setor mais atingido pela nova gripe. EFE cps/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG