Itália apreende 300 mi de euros da Cosa Nostra

Roma, 5 mai (EFE).- A Polícia italiana apreendeu bens da máfia siciliana Cosa Nostra avaliadas em 300 milhões de euros, e outros 12 milhões de euros da Camorra, organização criminosa napolitana, informa hoje a imprensa local.

EFE |

Trata-se de bens móveis e imóveis pertencentes a membros da máfia, entre eles Salvatore Biondino, conhecido por ter sido motorista do chefe da máfia nos anos 80 Totò Riina.

No curso da operação realizada pela Guarda de Finanças (Polícia fiscal) de Palermo foi investigado o patrimônio de 70 pessoas e empresas.

Entre estas últimas há restaurantes e sociedades dedicadas ao transporte por estrada e à construção, entre outros.

Segundo a Guarda de Finanças, os bens apreendidos pertencem a 12 membros da família mafiosa de Carini, todos eles detidos em janeiro de 2007.

Além disso, a Polícia de Nápoles apreendeu bens pertencentes a três clãs da Camorra no valor de 12 milhões de euros.

Trata-se, em sua maioria, de imóveis, como casas, apartamentos e terrenos em diversas regiões de Nápoles. EFE if/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG