Itália adotará o federalismo fiscal reclamado pela Liga Norte

O governo italiano adotou nesta sexta-feira um projeto de lei de federalismo fiscal que permitirá às regiões conservar uma porcentagem maior dos impostos que geram, satisfazendo assim a maior reivindicação da populista formação Liga Norte.

AFP |

"Introduzir o federalismo fiscal constitui uma reforma histórica", assegurou o ministro da Economia, Giulio Tremonti, ao término do Conselho de Ministros.

O processo para adotar a reforma fiscal durará dois anos, explicou o ministro.

Trata-se de uma reforma complexa proposta pelo governo conservador de Silvio Berlusconi, em obediência a um compromisso com a Liga Norte graças aos qual conseguiu a maioria absoluta no parlamento.

O projeto, que implica uma modificação da Constituição, afeta as regiões mais pobres, do sul da península, e incrementa as entradas das regiões ricas e industrializadas do norte, já que estas poderão conservar boa parte dos impostos que atualmente destinam ao Estado central.

bur-kv/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG