ISS estende pela primeira vez novo braço robótico japonês

Washington, 9 jun (EFE).- A Estação Espacial Internacional (ISS) estendeu hoje seu novo braço robótico japonês de 10 metros de comprimento, que faz parte do volumoso laboratório Kibo, informou a Nasa (agência espacial americana).

EFE |

"Foi tão lindo vê-lo", disse o astronauta Akihiko Hoshide, que operou o novo instrumento junto com a astronauta Karen Nyberg e seu colega Gregory Chamitoff.

"Bom trabalho", respondeu o novo controle de missão japonês quando Hoshide estendeu o braço robótico pela primeira vez a partir do posto de comando dentro do laboratório.

O aparelho tem como objetivo movimentar os componentes de experimentos em uma plataforma que será lançada em órbita até o final deste ano.

O "Kibo", um módulo que chegou à ISS na semana passada no bagageiro da nave "Discovery", está equipado com uma pequena borda exterior em frente a um compartimento de pressurização que permite que as experiências sejam colocadas do lado de fora da estação, ficando, assim, expostas ao espaço.

A jornada de trabalho começou para os astronautas às 6h02 (em Brasília), quando, do Centro Espacial Johnson, em Houston (Texas), foi transmitida a música "Spirit of Aggieland", o tema da Universidade A&M do Texas.

Este foi o centro universitário no qual estudou o astronauta Mike Fossum, que, nesta missão, realizou três atividades extraveiculares.

Hoje é o 14º dia de missão para os astronautas da "Discovery".

Na quarta-feira, a nave se separará da ISS, que orbita cerca de 380 quilômetros da Terra, e empreenderá seu retorno para uma aterrissagem prevista para sábado. EFE jab/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG