Israel volta a fechar passagens fronteiriças com Gaza

JERUSALÉM - O ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, ordenou hoje o fechamento de todas as passagens fronteiriças com a Faixa de Gaza, após o impacto de um foguete Qassam na região ocidental do deserto do Neguev.

Redação com agências internacionais |

O foguete caiu em um local desabitado sem deixar vítimas ou danos materiais, informaram fontes da Polícia israelense. Nenhuma milícia palestina em Gaza reivindicou por enquanto a autoria do ataque.

De forma rotineira, Barak ordena o fechamento das passagens por 24 horas quando acontece um ataque.

Pelos pontos de passagem circulam as mercadorias destinadas aos 1,5 milhão de habitantes da Faixa de Gaza, controlada desde junho de 2007 pelo movimento radical Hamas.

As passagens foram fechadas em várias ocasiões nos últimos meses, após o disparo de foguetes contra o território israelense. O Hamas quer que Israel acabe com o bloqueio do território palestino; o Estado hebreu acusa o movimento radical de aproveitar a trégua para se rearmar.

O incidente de hoje é uma nova violação da trégua estipulada entre Israel e as facções palestinas com mediação do Egito, que entrou em vigor no dia 19 de junho e na qual ambos se comprometeram a cessar as hostilidades durante um período de seis meses.

Desde essa data, o cessar-fogo se mantém apesar de violações pontuais de ambas as partes. 

Leia mais sobre Gaza

    Leia tudo sobre: gaza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG